Os cérebros mais eficazes são os das pessoas mais distraídas

Os cérebros mais eficazes são os das pessoas mais distraídas